Vampiros por natureza!


Vampiros, criaturas históricas que sobrevivem se alimentando do sangue humano. Contos? Nem tanto assim. Na natureza há várias animais que bebem sangue, ou seja, para os amantes dos contos criptos podem ser animais á se simpatizar.

Por que beber sangue?
O sangue é o fluído do corpo que transporta o oxigênio e outros nutriente para todas as partes do nosso corpo. Pode parecer um pouco estranho - pelo menos para os não-bebedores de sangue - mas para algumas espécies o consumo dele é como um "drink"  nutritivo, cheio de proteínas e lípidos.
E muitos desses animais antes de sugar o sangue, dão uma "cuspidinha" da veia da vítima. O motivo? Não se assuste, na verdade na saliva deles existe um tipo de substância anticoagulante, que ajuda o sangue a ficar mais fino (mais fácil de beber) e evita um pouco a coagulação no corpo da vítima (usado como defesa para fechar ferimentos e outros) que dificultaria o processo onde a bicho-vampiro teria "mordido".
Esse tipo de comportamento - beber sangue - é chamado por hematofagia e faz parte da evolução de muitos animais.

Quem são eles?


Morcego-vampiro
Esse é um dos vampirinhos mais conhecidos da história, e claro que quando pensamos nos vampiros do cinema esse morcego logo vem a nossa cabeça.
Dentro de 1200 espécies, apenas uma sub-família tem esse lado dark: Desmodontinae.
Mas a Desmodus rotundus, é a única que se alimenta de sangue humano.


Peixe-vampiro (Candiru)
Esses peixes entram nas artérias de outros peixes e se delicia com o banho de sangue de a pressão arterial os dão como alimento, e assim já aproveitam para uma volta por dentro das artérias como uma carona.


Mosquito
Sabia que aquele mosquito chato que vem te atazanar toda noite e te deixa aquela coceira horrível é sempre uma fêmea?
Sim, só as fêmeas bebem o sangue e o motivo é para a produção de ovos.


Mariposa-vampira
Essa foi super nova quando eu descobri, e imagino que para você leitor e probabilidade de já ter ouvido essa é baixíssima.
Jeniffer Zaspel, uma entomóloga da Universidade da Flórida, descobriu um tipo de mariposas frugívoras que no percurso histórico elas simplesmente decidiram mudar seus hábitos alimentares e aderirem pela dieta de sanguessugas.


Tentilhão-vampiro
O Geospiza difficilis septentrionalis, é uma sub-espécie de Tentilhão das ilhas Wolf e Darwin. Esses passarinhos comem sementes e insetos, porém eles não resistiram ao seu lado vampiro e se aproveitam de outras aves para beber seu sangue.
Eles sobrem no dorso da vítima e com seus bicos finos "nhaww"! Pronto, se deliciam do drink de nutriente dos outros.


Lampreia-marinha
Esses peixes não precisam se preocuparem com o Candiru, mas os outros precisam se preocupar com eles. Eles costumam ser mamíferos de águas corrente, e viajam para se reproduzirem.


Caracóis sanguessugas
Esses bichinhos melecosos da espécie Cancellaria cooperii, curtem sangue também! Eles fazem um corte na superfície ventral dos peixes Torpedo Elétrico e com uma tromba sugam o sangue da ferida como se fosse um canudinho no milkshake!


E claro as famosas Sanguessugas
Bom, essas já são manjadas mas estão no ringue de vampiros. Em alguns lugares (normalmente no oriente) elas são usadas como tratamento, pois acreditam que ao sugarem o sangue humano, elas estão retirando o "sangue ruim" e assim purificando nosso corpo. Com isso nesse tratamento colocam várias deles espalhadas pelo corpo para fazer esse tratamento.

Esses são só alguns dos vampirinhos conhecidos na natureza, mas existem outros e muito que provavelmente ainda não descobrimos.

E você conhece algum outro vampirinho por natureza? Compartilhe com a gente nos comentários!

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...